Brandsense: o que é e como usar?


O Marketing Sensorial é baseado no estímulo de diferentes sentidos, com o objetivo de conquistar a atenção e interesse de outras pessoas. Dentro dessa estratégia, cria-se uma atmosfera perfeita de vendas e fixação de marca, ajudando no branding do seu negócio.

Além do Marketing de Conteúdo, o Marketing Sensorial permite que o processo de compra seja mais natural e com maior autonomia por parte do cliente, se tornando uma ótima alternativa para quem busca táticas para atraí-los.


Mas afinal, o que é o Marketing Sensorial?


O marketing sensorial é uma estratégia baseada na estimulação dos cinco sentidos do ser humano, como:


● Tato;

● Olfato;

● Paladar;

● Audição;

● Visão.


Com isso, é possível criar um ambiente perfeito para o fechamento de vendas e ainda fixação da marca na mente do consumidor. Vamos a um exemplo:


Quantas vezes você passou na frente da loja MMartan e sentiu aquele cheirinho gostoso de casa limpa? Eles utilizam um cheiro próprio para que cada vez que você passar na frente, você lembre da marca ou sinta vontade de comprar os produtos da loja.

Isso é Brandsense!


Como os sentidos atuam dentro dessa estratégia?


OLFATO

O olfato é um dos sentidos mais poderosos. Ele pode remeter a lembranças e trazer memórias que estão escondidas no subconsciente das pessoas. Os cheiros são associados praticamente de forma instantânea com as recordações, por isso trabalhar com eles é extremamente efetivo.


PALADAR

Muitas empresas trabalham com esse sentido, sem ao menos saber que estão fazendo isso. Você já foi a alguma clínica, porque lembrou do sabor de uma bolachinha que te serviram na primeira visita? Isso é Brandsense! Quando os lugares oferecem algum tipo de bebida ou comida específica, eles acabam ancorando a marca através do paladar no subconsciente do consumidor.


VISÃO

A visão é sempre trabalhada quando falamos de identidade visual. Um trabalho bem feito de identidade visual é capaz de fazer com que o consumidor identifique uma marca com apenas uma cor ou pontinha dela aparecendo. Vamos fazer um jogo?

Identifique as marcas a seguir, vendo apenas parte da sua identidade:


1



2



3




Se você falou:

1- Coca-Cola

2- Itaú

3- Mercado Livre

É porque as marcas estão trabalhando o Brandsense delas relacionado a visão muito bem. É para isso que a identidade visual serve para que as pessoas batam o olho em apenas um elemento da logo e já saiba do que se trata, tornando a marca uma referência de mercado.


TATO

O tato pode parecer um dos mais difíceis de ser explorado, porém ele é outro bom exemplo de uma estratégia que muitas vezes é desenvolvida sem que a marca saiba que está fazendo isso. Quando pensamos nos móveis que irão compor o espaço da nossa loja, estamos pensando em Brandsense. Ninguém quer ser lembrado por ter cadeiras desconfortáveis ou provadores apertados, certo? Pensar em detalhes, é o que faz uma estratégia de Marketing Sensorial ser efetiva.


AUDIÇÃO

Quando pensamos em Marketing Sensorial com foco na audição, não podemos deixar de pensar em uma marca específica: McDonald’s. A musiquinha do McDonald’s é extremamente forte, sendo impossível ouvi-la e não lembrar de seus lanches. Isso faz toda a diferença. Normalmente quando ouvimos algo que remete a uma lembrança boa, tendemos a querer repeti-la, então no caso do McDonald's, ao ouvir a música deles ficamos com vontade de consumir o produto.

O Brandsense é muito efetivo quando trabalhado de forma estratégica. É preciso analisar os hábitos de consumo dos seus clientes e entender quais são os diferenciais da sua marca que podem ser explorados. Analise com calma e anote os pontos que você acredita serem pertinentes para que você consiga colocar toda a estratégia em prática.

Para esse e mais conteúdos, continue acompanhando o blog da CreativeBrand.


Receba as novidades do marketing no seu e-mail

CreativeBrand

Comunidade

Pessoas

 CreativeBrand Brasil. Todos os direitos reservados.